12 de dezembro 2016

Informação

Secção Regional da Ordem dos Médicos recebe certificação de qualidade

A Ordem dos Médicos do Centro possui certificação de qualidade com a atribuição da norma ISO 9001:2008. "Hoje é um dia muito importante para a Secção Regional, trata-se do culminar de um processo de dois anos, que vai permitir aumentar a qualidade dos procedimentos da Secção no sentido da eficácia, quer para os associados, como para a Saúde e para os doentes", afirmou Carlos Cortes, presidente da Secção Regional da Ordem dos Médicos (SRCOM), na cerimónia em que recebeu o certificado e a bandeira da parte da empresa certificadora SGS Portugal.
Sendo este o primeiro organismo da Ordem dos Médicos a receber a certificação de qualidade, Carlos Cortes realçou o facto desta simbolizar "o início de um caminho de exigência", que cria as condições para que " seja um futuro de qualidade, na vanguarda e sem retrocessos". A certificação permitirá "defender ainda melhor os doentes e os cuidados de Saúde em Portugal", explicou Carlos Cortes.
Durante o processo de certificação a SRCOM foi sujeita a várias análises em diferentes áreas, sendo que a maior dificuldade se prendeu ao "nível dos recursos", contudo, "todos os associados e colaboradores ajudaram nas diversas etapas e deram sugestões", afirmou José Ferreira, diretor-geral da Impos Consultancy, acrescentando que o inquérito de satisfação aos associados relativamente aos serviços prestados pela Secção foi representativo e obteve uma boa classificação. Enfatizou a participação e a envolvência de todos os colaboradores neste processo que, desde sempre, "entenderam como uma mais-valia e não como um entrave à sua atividade do dia-a-dia".
A ideia é que haja, a partir de agora, "uma melhoria contínua dos procedimentos" e a certificação não é mais do que "um instrumento que vai servir para melhorar a defesa da Saúde e dos doentes porque o que tem vindo a ser feito até agora, vai continuar a ser feito mas muito melhor e com muito mais rigor", explicou o presidente da SRCOM.
Da parte da empresa certificadora, a SGS Portugal, Tiago Abrantes assinalou que, com esta certificação, a SRCOM "reforça a sua posição na melhoria contínua da qualidade". Acrescentou: "Esta certificação não acaba nem termina aqui neste processo, mas, sim, é o início de um caminho muito exigente. (...) Estou certo que a SRCOM será bem sucedida neste percurso".
Carlos Cortes disse, ainda, que o processo de certificação se enquadra na estratégia da Ordem dos Médicos, que deve ser "uma instituição cada vez mais profissionalizada" e estar "modernizada", com "espírito de rigor e exigência".
A certificação ISO 9001:2008 comprova que estão a ser cumpridos os padrões internacionais de qualidade deste organismo.
Por fim, o momento de entrega do diploma e da bandeira de certificação foi registado pelos repórteres de vários órgãos de comunicação social.