09 de novembro 2017

Informação

Jornadas do Internato Médico do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro: 'Estágios no Exterior' foi o tema da intervenção de Carlos Cortes

A Comissão de Internos do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD) levou a cabo, dia 9 de novembro, mais uma edição das Jornadas do Internato Médico - JIM, na cidade de Vila Real. O evento, aberto a todos os internos quer deste centro hospitalar quer do resto do País, almejou ser, de acordo com a organização, mais um marco na formação médica de Trás-os-Montes.

Três mesas redondas fizeram parte do programa, estando em debate temas relacionadas com a formação ao longo do internato médico, a organização de um estágio no exterior e a elaboração de um currículo para exame final de especialidade. O programa incluiu ainda outras duas sessões com temas científicos: "Vias Verdes" e "Saber medicar".

O presidente do Conselho Nacional de Pós-Graduação da Ordem dos Médicos, Carlos Cortes, elencou as condições necessários para efetuar estágios no exterior e enumerou as vantagens para os médicos internos e o sistema de saúde em geral. Para além do enriquecimento diferenciado que os estágios permitem em termos curriculares, Carlos Cortes lembrou ainda ss vantagens de poder fazer formação em centros de referência mundial, tendo ainda a oportunidade de adquirir conhecimento de estruturas e procedimentos diferentes. Ferramentas, aliás, que se tornam mais-valias para o serviço de origem e para o Serviço Naciinal de Saúde.

O também presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos sublinhou ainda as vantagens que os estágios permitem na criação de redes e pontes entre serviços, bem como a possibilidade do médico interno ter a oportunidade de ser médico-embaixador do seu serviço de origem e da medicina portuguesa de forma geral. 

Neste dia, decorreu também a nomeação de novos representantes para o triénio 2018-2020, na assembleia geral de internos.