28 de junho 2018

Informação

Leiria | Ordem dos Médicos distingue colegas com 25 e 50 anos de inscrição e fez receção aos novos médicos


No dia da cerimónia de homenagem aos colegas que se inscreveram há 25 e 50 anos na Ordem dos Médicos, em Leiria, a Ordem dos Médicos foi palco para conferência intitulada "Economia na Saúde - Oportunidades e limites" pelo professor Óscar Lourenço, da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra. Foram, no entanto, as palavras do presidente da Sub-região de Leiria da Ordem dos Médicos, Rui Passadouro da Fonseca, que marcaram o início da cerimónia que evoca o Dia do Médico. E realçou, desde logo, os motivos da festa: comemorar as datas marcantes de inscrição e receber os colegas que se inscreveram recentemente na Ordem, a quem, aliás, quis deixar uma palavra de incentivo: "Recordo-lhes que o período de formação deve ser encarado como um investimento em si próprios e não devem perder qualquer oportunidade de aprendizagem. Recomendo que sejam exigentes convosco, com a Ordem, com os serviços onde estão colocados e com a tutela procurando adquirir competência técnica e científica a qualquer momento. Só como uma formação de qualidade, poderemos garantir a qualidade da prática médica e a segurança dos nossos doentes". Aos colegas que perfazem as 'bodas de ouro' disse: "terei de reconhecer e louvar o grande esforço de adaptação que viveram ao longo da carreira de modo a manter um desempenho de qualidade sendo protagonistas do sucesso na melhoria dos indicadores de saúde". Aos que completam os 25 anos de inscrição, vaticinou a continuação da "excelência do desempenho".

De seguida, o presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos começou por enaltecer o trabalho desenvolvido pela equipa da Ordem dos Médicos em Leiria. Sublinhando a enorme satisfação em integrar estas cerimónias em todas as capitais de distrito, Carlos Cortes vincou a importância destas cerimónias que evocam o Dia do Médico, de modo a que se evoque "o papel dos médicos que trabalham em prol de uma sociedade mais justa". Há duas cerimónias importantes na Ordem dos Médicos - o Juramento de Hipócrates e as cerimónias de homenagem de inscrição na Ordem dos Médicos. Ambos carregados de grande simbolismo e de muita emoção, acentuou. Para Carlos Cortes, o trabalho que os colegas [inscritos há 50 anos] fizeram em prol da sociedade, e também dos colegas mais novos, ajudaram a construir resultou numa das obras mais importantes da nossa Democracia, concretizando o sonho que perdura até hoje: o Serviço Nacional de Saúde". 

Depois desta intervenção, a cerimónia foi concluída com a intervenção do docente da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, Óscar Lourenço. O preletor abordou aspetos relativos à Economia da Saúde.