14 de julho 2018

Informação

Nota de pesar pelo falecimento do Professor Agostinho Almeida Santos

Transcreve-se a Nota de Pesar, publicada na Revista da Ordem dos Médicos (nº191 // julho-agosto 2018)

É com profunda consternação e pesar que a Ordem dos Médicos participa o falecimento de um emérito membro desta associação, Prof. Doutor Agostinho Almeida Santos. Professor Catedrático de Ginecologia da Universidade de Coimbra, foi um Mestre marcante de toda uma geração de médicos.

As suas aulas magistrais perduram na memória de todos. Era um Homem de princípios, de valores, rogoroso e exigente como poucos, mas sempre justo. Lutou pelas suas causas. Foi um empreendedor entusiasta e incansável.

Pioneiro na área da Medicina da Reprodução, fez nascer muitas crianças, continuando a fazer parte dessas vidas, dessas famílias, com uma proximidade muito própria. Inigualável.

Fundou a Sociedade Portuguesa de Medicina da Reprodução, tendo sido o seu primeiro presidente. Foi, também, uma figura de relevo na área da Ética Médica portuguesa, tendo sido membro fundador do Centro de Estudos de Bioética, membro do Conselho Nacional de Ética paras as Ciências da Vida e Regente da Unidade Curricular de Ética, Deontologia e Direito Médicos da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra.

Por tudo isto, e muitíssimo mais, o Prof. Doutor Agostinho Almeida Santos estará sempre connosco: nos seus ensinamentos, no seu exemplo, nas nossas recordações, na sua Obra.

Até sempre!

Conselho Nacional da Ordem dos Médicos

Secção da Subespecialidade em Medicina da Reprodução 

 

(foto captada a 18 de junho de 2015, na cerimónia de entrega da Medalha dos 50 anos de inscrição na Ordem dos Médicos // Coimbra. A homenagem e a entrega da medalha foi efetuada pelo presidente do Conselho Regional do Centro da Ordem dos Médicos, Dr. Carlos Cortes)